30 agosto 2011

O que estou lendo: 'Terra das Sombras'

Se eu tivesse lido mais 4 livros, eu teria lido um livro por semana do ano. Mas bem, acho que até final do ano eu vou ter lido um livro "por semana".

Série: A Mediadora (The Mediator #1)
Livro: A Terra das sombras (Shadowland)
Quem escreveu: Meg Cabot
Editora: Galera Record
N° de páginas: 284

Suzannah seria uma adolescente igual a todas as outras se não tivesse um dom especial: a capacidade de ver fantasmas. Ela é uma mediadora, uma pessoa que tem como missão ajudar essas almas penadas a descansarem em paz. E isso significa... problemas. Como explicar à mãe ou aos professores que suas travessuras noturnas foram provocadas por... assombrações?
Quando a mãe se casa pela segunda vez e se muda de Nova York para a ensolarada Califórnia, as coisas parecem que vão melhoras. Mas, ao chegar lá, Suzannah percebe que a nova família mora em uma casa antiga. E, é claro, assombrada. Só que, desta vez, é um fantasma bonitão que nada faz para assustá-la. Muito pelo contrário.
Os problemas dela, porém, não estão no lar, mas na escola. Lá, o espírito de uma garota, que se matou por causa do namorado, ameaça a segurança de todos. Só Suzannah com suas habilidades e poderes especiais pode salvar os amigos e professores da fúria terrível de uma assombração com grandes poderes.
A Mediadora, mais uma série de sucesso de Meg Cabot, é uma história de tirar o fôlego. A terra das sombras, primeiro volume das aventuras de Suzannah, é cheio de ação, mistério, suspense, e, é claro, bastante romance. Pois por mais que ela seja uma mediadora, com poderes sobre o mundo dos mortos, seu coração bate mais forte na presença concreta de um garoto atraente, inteligente, gentil e de carne e osso.

Confesso que quando vi essa capa, jurava de pé junto que era de vampiros. Isso não foi legal, porque a capa não mostra nada do livro! Mas ainda bem que eu fui pesquisar sobre a série e descobri que não tinha nada de vampiro (vocês sabem, não sou muito fã dos vampiros).
Bem, 'Terra das Sombras' é meu primeiro livro da Meg Cabot (sim, eu sou desse planeta. Fazer o que se eu ainda não tinha descoberto os livros da Meg!) e confesso que não tinha nenhuma base do que esperar desse livro. Sinceramente? É um dos melhores livros que li esse ano! Fiquei muito feliz por encontrar um livro com uma mediadora já que eu AMO a série Ghost Whisperer! Isso ajudou bastante na hora da leitura já que eu já era meio obcecada por fantasmas e tudo o mais.
Suze, como gosta de ser chamada, é nova iorquina e está se mudando para a Califórnia California gurls we're unforgettable♪ para morar com sua mãe, padastro e mais 3 irmãos postiços. Ela até pode ser considerada uma adolescente comum como qualquer outra mas, de normal ela só tem aparência: ela é uma mediadora! Sua missão é ajudar os fantasmas para que possam descansar em paz.
Suzannah é uma daquelas personagens que eu não sei se amo ou odeio. Por que? Não sei ao certo também. A amo por ser engraçada e corajosa mas a odeio por ser impulsiva (ok, eu amo isso nela mas as vezes da raiva!) e por ter o fantasma mais gato em seu quarto: Jesse.
Preciso dizer que fiquei alucinada pelo Jesse? Não? Bom, vou dizer do mesmo jeito: fiquei alucinada pelo Jesse! Ok, foi por causa de sua beleza deslumbrante e também por ser um fantasma! Não tenho culpa que não é comentado muito sobre ele no livro (eu sinceramente espero que ele apareça mais vezes no segundo livro) mas todas as partes em que ele aparece, não tem como não babar por ele assim como Suze também baba. Confesso que fiquei com inveja da Suzannah todas as vezes que o Jesse a chamava de hermosa. Ui Jesse, vem me chamar de hermosa! hahahahaha
Ah! Tem também os "novos irmãos" da Suzannah: Soneca, Mestre e Dunga (apelidos que Suze dá a eles). Vamos dizer que das pesssoas vivas, Soneca (ou melhor, Jake) é o que mais me chamou atenção. Digo, de uma forma... Hã... Pela sua beleza. Isso! Tudo bem que ele aparece menos que o Jesse (e olha que ele não aparece muito) mas eu não sei, apenas gostei do Jake. Mestre é aquele irmãozinho caçula que todo mundo sonhar em ter! Ele é muito fofo e inteligente! David/Mestre pode até ser o caçula mas sabe de muito mais coisa que os dois irmãos mais velhos juntos e ele tem um grande momento na história (que eu não vou contar qual é porque se não perde a graça). Dunga quase não apareceu (quero dizer, ele apareceu uma ou duas vezes!) então, não sei o que dizer sobre ele...
Tem também o Padre Dominic, que eu fiquei desconfiada dele no inicio; o Bryce, o coitado; Heather, a perverça... Não vou falar muito sobre eles já que são cruciais na história.
Heather é a ex namorada de Bryce que suicidou pelo fim do namoro (sim você leu certo). E adivinha? Ela é a fantasma que Suze vai ter de dar um jeito. So vou dizer uma coisa: eu odeio a Heather! Sério, ela deu bastante trabalho pra Suzannah! Tinha hora que eu queria ajudar a Suzannah mas isso é impossível e eu ficava com muita raiva da Heather! Grrrrr
É uma leitura bem rápida apesar de eu ter demorado 2 semanas pra ler (eu estava gripada e cheia de coisas para fazer! Eu aposto que teria lido em 3 dias se não tivesse doente e sem mil e uma tarefas para fazer) o que é muito bom, porque não gosto muito daqueles livros que ficam enrolando um século para acontecer alguma coisa. Amei o jeito de Meg escrever e não vejo a hora de ter Arcano Nove em mãos!

Ei! Desculpa pela falta de posts do 'O que estou lendo'. Juro que estou tentando voltar ao ritmo (seja lendo, estudando e postando) mas é que está difícil. Eu já comecei a ler mais um livro além de A Vidente. Eu estou meio preocupada porque eu não estou indo muito bem com A Vidente... Mas eu vou terminar de ler! Nem que seja a última coisa que eu faça!

Ah! O post ficou diferente porque eu não estou com o livro em mãos já que eu emprestei ele pra minha amiga. Eu sei, devia ter feito esse post antes mas agora já foi.

XOXO,

Cami
29 agosto 2011

Primeira teaser trailer de Jogos Vorazes!



Muito lindo! *-*

XOXO,

Cami
27 agosto 2011

Top 5 Of Week #16

Mais um Top 5 Of Week \o/ (estou sem criatividade para escrever alguma coisa no começo do post, é)

1. Panic! At The Disco - Let's Kill Tonight



2. The Kooks - Is It Me



3. Terrified - Katharine McPhee ft. Zachary Levi (Cover by Corey Gray and Alex G) 



4. Damian McGinty - Somewhere Beyond The Sea (cover)



5. Cameron Mitchell - Pay Them Bills



 Bonus Track

Joe Jonas - Love Slayer (Remix)



XOXO,

Cami

Namore uma garota que lê


Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos.

Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas.

Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criado pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro.

Compre para ela outra xícara de café.

Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gostaria ou gostaria de ser a Alice.

É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa.

É que ela tem que arriscar, de alguma forma.

Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo.

Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas  garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois.

Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo.

Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais – até  porque, durante algum tempo, são mesmo.

Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype.

Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas.

Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que  pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe  monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê.

Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve.

(De Rosemary Urquico. Tradução e Adaptação de Gabriela Ventura)
26 agosto 2011

Taylor Swift canta 'I'm Yours' com Jason Mraz!

Dia 24 (quarta-feira) Taylor Swift fez um show em Los Angeles e os fãs tiveram uma grande (e ilustre) surpresa: Jason Mraz! Sim! E é claro que não iriam perder a oportunidade de fazer um dueto (da minha música favorita do Jason) de I'm Yours:



XOXO,

Cami

Com Neville Longbottom, aprendemos que podemos ser mais corajosos do que pensávamos ser;
Com Gina Weasley, aprendemos a lutar sempre em busca de nossos objetivos, sem nunca desistir de conquistá-los um dia;
Com Hermione Granger, aprendemos a usar a nossa inteligência sempre, até mesmo e principalmente para ajudar quem amamos;
Com Rony Weasley, aprendemos que a verdadeira amizade existe para todos, não importando a sua classe social, e sim seu caráter;
Com Luna Lovegood, aprendemos que, por mais que os outros nos julguem por nossas características, não devemos nos importar com o que dizem, e sim com quem somos;
Com Harry Potter, aprendemos que, por mais que as pessoas duvidem de sua palavra, nunca deixe de contar à verdade à aqueles que querem realmente ouvi-la;
Com a Armada de Dumbledore, aprendemos que devemos ficar do lado sempre da verdade e, quando esta tentarem encobri-la, continuemos ao lado verdadeiro, sem deixar de lutar e tendo a união como um dos elos. 

Vi isso em um post do Tumblr e não podia deixar de postar aqui *-*

XOXO,

Cami

Skyscraper no America's Got Talent!

Que eu sou apaixonada por Skyscraper (e ainda mais pela Demi Lovato) isso não é novidade. Recentemente, Demi esteve no America's Got Talent para performar a música e ficou simplesmente incrível! Confira:






Com certeza uma das melhores apresentações da Demi. E o look dela? Nem preciso comentar, né?


XOXO,


Cami
25 agosto 2011

Um Dia

Eu estou loooooouca para ler o livro mas enquanto ele não chega, eu fico aqui repetindo o trailer do filme 'Um Dia':



E ainda tem Good Life do OneRepublic no trailer *-----*

Não é lindo esse poster? Eu não me importaria se o livro tivesse essa capa mas...

Para quem ficou interessado, o filme vai estreiar em novembro desse ano!

XOXO,

Cami

Quem é vivo sempre aparece...

Oi! Tudo bem com vocês?!

Bem, eu sei que eu sumi mas como eu disse no título do post: 'Quem é vivo sempre aparece' então aqui estou! hahahahaha

Desculpa por ter abandonado o JAF! Acho que já me desculpei um milhão de vezes, né? Eu sei mas fazer o que se eu sou irresponsável... aushuahsu

Agora eu estou melhor da gripe \o/ O que significa que estou mais animada para postar então vou tentar voltar a rotina de posts (e de leitura também já que estou a duas semanas lendo dois livros e ainda não terminei).

Então é isso! Só passei mesmo para dizer que estou viva e que vou voltar a postar! hahahaha

XOXO,

Cami
20 agosto 2011

Top 5 Of Week #15

Desculpa o atraso mas não estou em casa e não deu para postar antes!

1. Red Hot Chili Peppers - The Adventures of Rain Dance Maggie





2. Allstar Weekend - Blame It On September





3. Snow Patrol - Called Out In The Dark





4. Lady Antebellum - We Owned the Night





5. Lady Gaga - Yoü And I 





Bonus Track


Jessie J - Domino





XOXO,


Cami
16 agosto 2011

O que estou lendo: 'Em Chamas'

Foi muito revoltante quando eu terminei de ler 'Em Chamas'! Como a Suzanne pode ser tão malvada?!

Série: Jogos Vorazes (Hunger Games #2)
Livro: Em Chamas (Catching Fire)
Quem escreveu: Suzanne Collins
Editora: Rocco
N° de páginas: 413
Onde comprar: Submarino

Depois de ganhar os Jogos Vorazes, competição entre jovens transmitida ao vivo para todos os distritos de Panem, Katniss agora terá que enfrentar a represália da Capital e decidir que caminho tomar quando descobre que suas atitudes nos jogos incitaram rebeliões em alguns distritos. Dessa vez, além de lutar por sua própria vida, terá que proteger seus amigos e familiares e, talvez, todo o povo de Panem.

Mistura de ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia, Em Chamas é o segundo volume da bem-sucedida trilogia iniciada com Jogos vorazes, mais novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos. [Fonte: Submarino]

Capa: 'Em Chamas' tinha sido o primeiro livro que eu tinha visto da trilogia e foi por causa dessa capa que eu quis ler 'Jogos Vorazes', nem preciso dizer que acho linda, né? É a mesma da versão original só que traduzida mas não posso deixar de dizer que é linda! Acho a textura da capa muito bonita (o desenho e o título são em relevo *-*). Um ótimo trabalho da editora Rocco.

Páginas: as páginas são amarelas novidade e todas numeradas. Segue o mesmo esquema que Jogos Vorazes: os capítulos são em números e o livro é dividido em 3 partes.

Primeira impressão: na verdade, depois de terminar Jogos Vorazes eu disse a mim mesma que iria esperar até setembro pra ler 'Em Chamas' para não ficar igual uma louca pelo terceiro livro mas... Eu não aguentei! O livro estava me chamando pra ler ele e eu fui ler. Demorei mais pra ler esse livro, porque minhas aulas tinham começado e estava lendo 'Glee: O Início' ao mesmo tempo mas, o livro não deixa a desejar em nenhum ponto e é muito difícil largar ele até terminar.

Personagens: minha nossa! Os personagens. Por onde começar? Bom, acho que vale lembrar de Katniss (jura? #ironia). Acho que eu gostei mais ainda dela depois de 'Em Chamas'! Ela não me decepcionou em nada no livro assim como Peeta (que já tem dona, viu?). Falando nele, tenho que dizer que fiquei ainda mais apaixonada por ele depois de ler o livro! Ele está mais maduro e corajoso! Ai Peeta... Gale! Tudo bem que a participação dele não é TÃO grande mas ela foi bem maior do que em Jogos Vorazes. Eu gosto de Gale. Muito. Ele é um fofo e destemido mas... Eu ainda preferiria que o Peeta ficasse com a Katniss #TeamPeeta. Tem vários personagens mas quero falar sobre o que mais se destacou (pelo menos pra mim): Finnick. No começo, não fui muito com a cara dele mas depois... Cara! Ele é TUDO DE BOM! Sério! E o fato de ele manusear um tridente me fez pensar em Poseidon... Mas deixa isso pra lá. Eu não sabia o que esperar sobre ele e quando cheguei no final, fiquei realmente surpresa.

Quote:
"Só consigo formar um pensamento claro. Esse não é um lugar para uma garota em chamas." - cap. 18, pág 279

Eu acho que... eu vou pirar enquanto não tiver em mãos o Mockingjay (A Esperança em português). Sério, eu nunca fiquei tão mal por não ter um livro em mãos! 'Em Chamas' está cheio de ação e romance e com certeza está no meu top 5 dos livros!


Sobre a autora:
Suzanne Collins nasceu nos Estados Unidos. Ela começou sua carreira escrevendo para programas infantis no canal Nickelondeon. Seus livros repetiram o sucesso dos roteiros. Ela vive com a família em Connecticut.
Gente, esse post eu tive de fazer correndo porque tenho de estudar! Desculpa a falta de posts aqui mas é que eu to gripada e com várias coisas pra fazer e nem dá pra vir aqui direito :( Ah! Eu já comecei a ler dois livros só que não tenho idéia de quando vou terminar já que eu estou lendo bem devagar...


XOXO,


Cami
13 agosto 2011

Luke Conard [Top 5]

Vocês se lembram de uma paródia que eu postei aqui no 'O que estou lendo' dos Jogos Vorazes? Bem, eu estou completamente viciada naquela paródia I-I-I wanna ta-a-ake you a way-ay-ay take you from the hunger games!  mas então, o que faz o Peeta my boyfriend tem alguns covers muito bons e resolvi escolher alguns para postar aqui:

1. I Wanna Go (Britney Spears)



2. Skyscraper (Demi Lovato) ft. Landon Austin



3. Best Thing I Never Had (Beyoncé) w/ Jimmy Wong 



4. Every Teardrop Is A Waterfall (Coldplay)



5. Next To You (Chris Brown ft. Justin Bieber) ft. Alex Goot and Tiffany Alvord



O que acharam?


XOXO,


Cami

Top 5 Of Week #14

Cara, alguém mais tá com gripe? Eu estou MORRENDO com essa dor de garganta! Sério. Mas bem, vamos ao Top 5 Of Week!

1. David Guetta - Titanium ft. Sia




2. Rihanna - Cheers (Drink To That)



3. Adele - Set Fire To The Rain 


4. The Black Eyed Peas - Light Up The Night



5. One Republic - Goodbye Apathy 



XOXO,


Cami
12 agosto 2011

O que estou lendo: 'Glee: O Início'

Eu finalmente terminei de ler 'Glee: O Início' depois de duas semanas! hahahaha


Livro: Glee - O Início (Glee: The Beginning)
Quem escreveu: Sophia Lowell
Editora: Galera
N° de páginas: 222
Onde comprar: Submarino

Uma oportunidade única para conhecer os bastidores do colégio McKinley - antes mesmo de o New Directions existir aos olhos do Sr. Schuester e descobrir tudo sobre os principais personagens da série Glee.

Quando Rachel viu Finn com outros olhos pela primeira vez? Como Quinn e Puck começaram seu romance secreto? Quando Mercedes começou a confundir os conceitos de amigo gay e namorado? E como será que o então amador clube do coral sobrevivia sem um líder destemido? Dica: não era exatamente um sucesso.

O livro é baseado na série de TV da Fox criada por Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan. A série é sucesso desde sua primeira temporada e teve 19 indicações ao prêmio Emmy e 11 Golden Globes.

Capa: eu adoro essa capa!  Mas a coisa que mais gosto é o título que brilha! Pena que não dá para mostrar por essa foto :( Mas a Lea Michele (Rachel Berry) parece bem maior do que realmente é... Mas fora isso é linda. Deviam ter dado mais destaque pro nome da autora, porque dá a impressão de que o livro foi escrito pelo Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan sendo que o livro é da Sphia Lowell.

Páginas: páginas amarelas \o/ os capítulos tem no título o número (exemplo: vinte e cinco) e embaixo tem o lugar em que se passa, dia da semana e o horário (exemplo: Sala do diretor Figgins, segunda-feira pela manhã).

Primeira impressão: eu estava esperando demais do livro e acabei não gostando tanto quanto pensei que ia gostar. Vamos dizer que eu pensei que teria coisas mais grandiosas na história mas, não me impressionou tanto. A história é boa, admito mas, não acho que faça tanta diferença já ter assistido a série antes de ler.

Personagens: a história é bem focada na Rachel (como era de se esperar) mas, gostei bastante do que foi escrito sobre Tina. Eu não gostei da Brittany nem da Santana do livro. Me pareceram muito artificiais e não consegui juntar elas as da série. Puck foi convincente mas, senti falta do jeito dele, assim como Kurt não tinha a essência que ele tem na série.

Quote:
"-Não fale mal do Zac Efron - avisou Kurt. - Aquele garoto tem cabelos perfeitos." - cap. dezessete, página 147
Eu acho que... desde os fãs até para quem não conhece a série, devia ler esse livro para matar a saudade dos personagens (para os fãs) e para ter uma idéia de como é a série.

Ficou meio pequeno, né? Desculpe-me. Estou meio doentinha e não estou muito animada para escrever :/

O que acharam? Já leram? Comentem!

XOXO,

Cami
10 agosto 2011

Book Trailer de 'The Son of Neptune'



Eu nem estou louca com esse book trailer #ironia

Eu acho que não devia ter visto, só fiquei ainda mais curiosa para ler!

'The Son of Neptune' da série 'Heróis do Olimpo' de Rick Riordan tem sua estréia no exterior em outubro e o livro está previsto para ser lançado em 2012 aqui no Brasil (eu realmente espero que eles não demorem para traduzir esse livro! Eu não aguentei esperar Herói Perdido e se demorar, eu vo acabar lendo na internet mesmo!).

Quem ai está animado/desesperado para o lançamento de TSON?

XOXO,

Cami
09 agosto 2011

O que estou lendo: 'Os 13 porquês'

Esse é o último 'O que estou lendo' dos livros que eu li nas férias! Não sei quando eu vou terminar de ler os dois livros que estou lendo mas acho que até final de semana eu terminei pelo menos um.


Livro: Os 13 porquês (Thirteen Reasons Why)
Quem escreveu: Jay Asher
Editora: Ática
Nº de páginas: 254
Onde comprar: Saraiva (o preço está meio fora de mão)

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker - uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento. [Fonte: Saraiva]

Capa: as pessoas normalmente não gostam da capa nacional do livro mas eu adoro! Eu tenho uma queda por objetos antiquados como por exemplo fita cassete. Acho que foi muito criativo da parte deles fazerem a capa assim. Ainda nem comentei sobre a parte de dentro da capa: ela tem um mapa que é parte da história e fico muito lindo.

Páginas: as páginas são amarelas *dance* O livro é todo numerado (com uma fonte linda por sinal). Os capítulos são divididos pelo número da fita e se é o lado A ou o B (vocês vão entender quando lerem) o que me deixou ainda mais encantada com o livro. Ah! E tem também os 'botões': tipo, como são fitas cassetes, as vezes o personagem (Clay) dava um pause no meio da narração e tem o desenho do botão lá! Isso é muito fofo!

Primeira imprenssão: eu tinha uma idéia de como era o livro mas, quando comecei a ler vi que era bem diferente do que pensava. Não de um modo negativo, de forma alguma. O livro me surpreendeu bastante e eu me apaixonei por ele. Trata de um assunto bem diferente e duro de ser lidado, mas acho que qualquer um que leia, vai começar a repensar em seus atos e com certeza é um livro pra vida toda.

Personagens: eu não tenho muito o que falar sobre os personagens mas, eu gostaria de falar um pouco sobre Clay (que está escutando as fitas): eu fiquei encantada com o Clay! Não consigo imaginar como ele pode lidar com tudo aquilo. Hannah é uma personagem que me surpreendeu bastante mas que retratou bem a situação que Jay Asher estava lidando.

Eu acho que... foi um dos livros mais importantes e marcantes que eu já li. Trata sobre um assunto grave e difícil de ser comentado, pois as pessoas tem receio de falar sobre coisas como suicídio. De uma forma pessoal, esse livro me fez refletir e aprender mais sobre a vida. Mudou minha visão sobre suicídio e principalmente por vida. Me fez pensar em pequenos atos que à principio pareciam bobos, sem importância mas que pode ter sido algo duro para outra pessoa. Eu acho que as pessoas deviam ler ‘Os 13 porquês’ porque tenho certeza que depois de entender o que estou falando, vai mudar drasticamente suas atitudes e sua visão sobre as pessoas.
Sobre o autor:
O norte-americano Jay Asher teve a ideia de escrever Os 13 Porquês enquanto visitava um useu e escutava os comentários gravados sobre as obras em um áudio-guia. Os 13 porquês é seu livro de estreia.
Eu não coloquei Quote porque eu não marquei quando estava lendo. Mas acho melhor não colocar para deixar vocês curiosos para ler o livro.

Filme

Ainda não se tem muitas noticias sobre o filme mas, uma das poucas coisas que foram praticamente confirmadas (não foi oficial) é que Selena Gomez dará vida à Hannah Barker. Pelo o que eu ouvi falar, Logan Lerman (de Percy Jackson E O Ladrão de de Raios) é quem vai fazer o Clay mas, não tem muitos detalhes sobre isso.

Hannah Barker Tape

Eu tinha entrado no site oficial do livro e encontrei uma coisa MUITO legal: as fitas de Hannah. Calma, eu vou explicar.É o seguinte: as fitas que o Clay escuta no livro, foram gravadas e postadas no youtube! Mas se você ainda não leu, eu aconselharia não ouvir (literalmente) as fitas mas, se você já leu e não sabia disso pode conferir os videos. Aqui vai a primeira fita:



Fan Poster


Mesmo não sendo oficial, eu achei lindo esse poster!

O que acharam? Comentem!

XOXO,

Cami
07 agosto 2011

Enchanted for: Avril Lavigne


Avril Ramona Lavigne, oriunda de uma família cristã de classe média, filha de John e Judy Lavigne, ambos de ascendência francesa, nasceu no dia 27 de setembro de 1984, em Belleville, cidade canadense que possui uma população de cinco mil habitantes. Poucos meses depois a família mudou-se para Napanee, também no Canadá. Cantava canções do gênero gospel e country desde os dois anos de idade. Anos mais tarde, Avril se apresentava em corais na igreja da cidade e, depois disso, passou a cantar em feiras e exposições de gado. Quando se tornou adolescente aprendeu a tocar guitarra sozinha.


Aos 13 anos, em 1998, Lavigne venceu um concurso de canto promovido por uma rádio local, que concedia ao vencedor o direito de dividir o palco com Shania Twain, uma notável cantora de música country. Avril se apresentou para um público de aproximadamente 20 mil pessoas. Pouco tempo depois Avril contratou seu primeiro empresário, Cliff Fabri, que havia notado a experiência de Lavigne quando ela tinha 14 anos de idade e estava se apresentando em uma livraria no Canadá.


Abandonou a escola aos 15 anos, e seus pais concordaram em mandá-la para Nova Iorque para tentar a carreira de cantora. Nessa época Avril já havia descoberto sua preferência pelo rock, e gravou sua primeira fita demo, que chamou a atenção de L. A. Reid. Após se mudar para Los Angeles a cantora começou a trabalhar com Cliff Magness e o grupo de compositores conhecidos atualmente como The Matrix. Assinou um contrato de mais de um milhão de dólares em dezembro de 2001 com presidente da gravadora Arista Records, o produtor Antonio L. A. Reid, e então começaram os preparativos para seu primeiro álbum, Let Go, que obteve um bom desempenho mundial com a canção "Complicated".

 [Fonte: Wikipédia]

Não tenho muito o que dizer. Escuto Avril Lavigne desde sempre e a admiro muito. Ela faz parte da minha vida desde sempre e eu espero ainda poder falar muito dela daqui alguns anos. 

Músicas















Keep Holding On

My World

Stop Standing There

O que acham da Avril? Comentem!

XOXO,

Cami

Who do you think you are? [Top 5]

Já faz muito tempo que eu não faço um Top 5 de covers, né? Bem, eu resolvi fazer um hoje da música Jar of Hearts da Christina Perri (eu estou viciada nessa música). Espero que gostem :)










Eu não podia deixar a versão da Rachel (Lea Michele) de fora! *-* hahahaha

O que acharam? Comentem!

Para quem quiser conferir a versão original é só clicar aqui.

XOXO,

Cami

O que estou lendo: 'Cidade das Cinzas'

Então, era pra ter saído mais cedo essa postagem, já que eu tinha deixado programada e tudo mas, o blogger resolveu não postar então eu tive que vir aqui para postar. Mas tudo bem! Já me acostumei com isso.

Série: Instrumentos Mortais (Mortal Instruments #2)
Livro: Cidade das Cinzas (City of Ashes)
Quem escreveu: Cassandra Clare
Editora: Galera
N° de páginas: 404
Onde comprar: Submarino

Clary Fray desejava apenas que sua vida voltasse a ser normal. Mas o que é normal quando você é um demónio-assassino Caçador de Sombras (Shadowhunter), sua mãe encontra-se em um coma mágico induzido, e você pode de repente ver Downworlders como lobisomens, vampiros, e fadas? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras (Shadowhunters) para trás, significaria mais tempo com seu melhor amigo, Simon, que se está transformando mais do que um amigo. Mas o mundo dos Caçadores de Sombras (Shadowhunters) não está pronto para a deixar ir… especialmente seu considerável, enfurecedor, irmão, Jace. E a única possibilidade de Clary ajudar a sua mãe é seguir o Caçador de Sombras Valentine, que é provavelmente insano, certamente malvado … e também seu pai. Para complicar assuntos, alguém na cidade de Nova Iorque está assassinando crianças Downworlders. É Valentine atrás das matanças… e se for, o que está tentando fazer? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada-Alma, é roubada, o assustador Inquisidor chega para investigar. Como pode Clary parar Valentine se Jace está disposto a trair tudo que acredita para ajudar a seu pai? Nesta sequencia, de tirar o fôlego, de Cidade dos Ossos, Cassandra Clare atrai os seus leitores de volta ao escuro Submundo (Downworld) da cidade de Nova Iorque, onde o amor nunca é seguro e o poder se transforma na mais mortal das tentações. [Fonte: Skoob]

Capa: uma das coisas que mais gosto na série Instrumentos Mortais são as capas e essa é magnifica! Ela tem os detalhes que brilham *-* ausuashausahsau Eu adoro coisas que brilham sabe? Sou uma menina, não posso impedir que fique encantada com isso. Achei lindo o fato dos cabelos vermelhos da Clary constratarem muito com o azul da capa. Ficou realmente lindo. Ah! E tem também o título em relevo! Simplesmente perfeita essa capa mas, eles podiam ter mudado a frase da Stephenie Meyer, né? Tudo bem que eu adoro a frase mas podiam arranjar outra. Fora isso, foi um ótimo trabalho com essa capa.

Páginas: sou suspeita para dizer mas eu adoro as páginas. Elas são amarelas e tem uma fonte muito linda. Sério, eu adoro aquela fonte que eles usaram! A numeração das páginas ficam no canto em cima das páginas. Os capítulos tem nomes (eu adoro isso) e tem a numeração de capítulos também.

Primeira impressão: no começo eu fiquei magoada porque pensei que Cassandra tinha abaixado o nível de Cidade das Cinzas no sentido de a história não estar boa. Mas acho que foi só cansaço (eu não parei de ler durante a semana toda!). Bem, entramos em um lado mais sombrio da história que cria aquela sensação angustiante e nervosa no estômago. Eu ri, chorei, esperneei, gritei de raiva, frustação, alegria... Senti de tudo um pouco com Cidade das Cinzas.

Personagens: eu me apaixonei pelos personagens de Instrumentos Mortais, isso ficou bem óbvio. Eu até gosto do Valentim! Mas bem, acho que o todo mundo admira Valentim como vilão... Ou talvez não. Vou ser honesta, Valentim é tão 'admirável' como vilão tanto quanto Voldmort, de Harry Potter. Bom, essa é minha opinião... Quem não admira Valentim que jogue a primeira pedra eu já sinto as pedras sendo atiradas em mim. Bom, Jace. Só tenho uma coisa a dizer: Jace é simplesmente Jace. Eu sou louca por ele desde a primeira vez que ele apareceu em Cidade dos Ossos! No começo de Cidade das Cinzas ele estava, hum, digamos: irritante. Sério, eu ficava tipo: 'pare com isso! Parece uma criança fazendo birra' mas no fundo eu entendia a reação dele, afinal, por tudo que ele passou... Logo o velho ok, velho nem aqui nem na China! Mas vocês entenderam o que eu quis dizer Jace estava de volta, soltando aquele sarcasmo que eu amo para tudo quanto é lado. Conheci um lado diferente de Jace e ele definitivamente me conquistou mais ainda nesse livro apesar de ter xingado ele bastante nesse livro. Clare. Bem, eu adoro a Clare! Vi um lado destemido e corajoso que ela não tinha mostrado no primeiro livro que conquistou meu respeito por ela e me conquistou. Assim como Jace, eu ficava gritando com ela (no caso, com o livro) em vários momentos. Admito, alguns momentos por puro ciúmes. Eu não posso impedir o fato de amar Jace e Simon! Ah, Simon. Só digo que quis matar Cassandra Clare depois DO QUE ACONTECEU COM SIMON. Não que eu não tenha gostado por completo disso ela podia ter esperado! Talvez mais um pouco para isso acontecer mas eu gostava do Simon normal. Ele está mais incrível do que nunca! Sei que muita gente não gosta dele mas eu o amo então não digam nada a respeito disso. Eu não vou com a cara da Maia. TUDO BEM, podem dizer que isso e ciúmes e eu digo: É MESMO CIUMES, ALGO CONTRA? Mas não posso fazer nada então... Mudando de assunto não quero falar sobre aquela Criança da Lua tenho que dizer que Izzy e Alec ganharam meu respeito! Eu sabia o que Isabelle era capaz mas tipo WOW ela é mesmo incrível! Alec... Cara, eu ficava tipo: 'DIGA LOGO DE UMA VEZ QUE DÓI MENOS!' mas meus comentários são inúteis já que ele não pode me ouvir. Porém, Alec é tão incrível quanto a irmã e tem todo o meu respeito. Magnus Bane! Ele provou a fama que tem e olha, se eu encontrasse com ele fazia até reverencia! Ele é O Cara, ou melhor, O Feiticeiro e deixou isso bem claro agora. Luke tem todo o meu respeito. Eu adoraria ser filha de Luke ou pelo menos conhecer ele! Maryse me fez ter um pouco de raiva dela até que no final, acabei gostando dela. Queria que Cassandra tivesse falado mais sobre Robert mas pelo que foi mostrado no livro, é um daqueles homens que impõem respeito logo de cara e simpatizei com ele. A Inquisidora... Queria bater nela. Tinha mais raiva dela do que de Valentim (e não estou brincando quanto a isso) mas no final... Eu fiquei bastante triste com o que aconteceu. Não vou dizer mais nada! Vão comprar o livro de vocês para saberem mais sobre ela e todo o resto!

Quote:
“- Não estou – disse Alec entredentes. – Só porque você disse que os demônios dragões estavam extintos... - Eu disse praticamente extintos. Alec apontou o dedo para ele. - Praticamente extintos – repetiu, a voz tremendo de raiva – não é EXTINTOS O SUFICIENTE. - Entendi – disse Jace. – Vou pedir para corrigirem a parte do livro que diz “praticamente extinto” para “não extinto o bastante para Alec. Ele prefere os monstros muito, muito extintos”. Assim você vai ficar mais feliz?” – cap. 1 (A Flecha de Valentim), pág. 19 e 20.

“- Não quero ser homem – disse Jace. – Quero ser movido à angustia adolescente, sem conseguir confrontar os próprios demônios internos e descontando tudo verbalmente nos outros.” – cap. 2 (Hunter’s Moon), pág. 50

“-É – disse Jace -, ele está morrendo de medo que eu conte para todo mundo que ele sempre quis ser bailarina.”- cap. 7 (A Espada Mortal), pág. 120
 Eu não costumo colocar mais de uma Quote mas, sabe como é... Eu AMO demais essa série e não tem como escolher só uma Quote.

Eu acho que... Uma coisa que eu mais admiro em Cassandra é que ela escreve de uma forma fácil de ser entendida e que apesar da raiva que nós sentimos durante a leitura de um livro dela, não conseguimos largar o livro enquanto ele não acaba. E quando termina, nós ficamos loucos para o próximo e o próximo. Não vejo a hora de Cidade de Vidro chegar as lojas para devorar a continuação que com certeza vai estar melhor ainda.

Sobre a autora:
Filha de um casal de norte-americanos, Cassandra Clare nasceu no Irã e passou grande parte de sua infância viajando com a família - antes dos 10 anos já havia morado na França, na Inglaterra e na Suíça; mas um livro sempre a acompanhou em suas mudanças. Durante o ensino fundamental, em Los Angeles, ela se divertia escrevendo histórias sobre os colegas de turma. Depois de formada, morou em Nova York e trabalhou em diversas revistas de entretenimento e até mesmo em tabloides suspeitos nos quais precisava escrever sobre as viagens de Brad e Angelina e o guarda-roupa equivocado de Britney. Em 2004, começou a escrever a série Os Instrumentos Mortais, que se transformou em um best seller e que em breve chega aos cinemas. Desde 2006 é escritora em tempo integral e espera nunca mais ter que escrever sobre Paris Hilton.
Book Trailer



Filme

O primeiro filme da série Instrumentos Mortais, Cidade dos Ossos, está em processo de produção mas, já temos os nomes das pessoas que iram fazer nossos personagens principais: Jammie Campbell Bower como Jace eu já me conformei com a escolha e Lily Collins como Clary eu não me conformo com ela ter sido escolhida. O filme está previsto para ser lançado em 2012.

Fan video





Eu não encontrei nenhuma música sobre a série :( Mas esses fan videos estão muito lindos, uhn?! *-*

Já leram? O que acharam? Comentem!

XOXO,

Cami
06 agosto 2011

Top 5 Of Week #13.2

Vamos para a parte 2! \o/ (ignorem meu momento feliz)

1. Snow Patrol - Called Out In The Dark 




2. David Guetta - Little Bad Girl ft. Taio Cruz & Ludacris



3. Shane Harper - One Step Closer



4. Paramore - My Heart



5. Cameron Mitchell - Blackbird



Eu pensei que eu tinha mais músicas mas não tem mais. Pelo menos eu não lembro de mais nenhuma '-'

XOXO,

Cami

Top 5 Of Week #13.1

E depois dessas férias, o 'Top 5 Of Week' está de volta! \o/

1. Pixie Lott - All About Tonight



2. Demi Lovato - Skyscraper



3. Cobra Starship - #1Nite



4. Good Charlotte - 1979



5. Andy Grammer - Keep Your Head Up



Como eu fiquei três semanas sem postar o 'Top 5' hoje eu vou postar mais uma (ou duas) parte (s), ok?


XOXO,


Cami
04 agosto 2011

Romântica ou guerreira? Conheça as novas Brancas de Neve dos cinemas!

Eu estive dando uma olhada no G1 e encontrei essa matéria que eu achei muito legal e resolvi trazer aqui para o JAF. Confira:

Conto de fadas tem duas adaptações 'moderninhas' previstas para 2012. Infográfico mostra diferenças dos filmes com Kristen Stewart e Julia Roberts.

Uma mocinha romântica e interpretada pela filha de Phil Collins ou uma mocinha guerreira e vivida por Kristen “Crepúsculo” Stewart? Julia Roberts ou Charlize Theron, qual vencedora do Oscar se sairá melhor como uma rainha megera e invejosa? O ano de 2012 promete ter uma interessante disputa nos cinemas: a batalha das Brancas de Neve.
Estão sendo produzidas, ao mesmo tempo, duas adaptações hollywoodianas e “moderninhas” baseadas no conto de fadas popularizado pelos Irmãos Grimm. A da Rat Entertainment tem o nome provisório de “The Brothers Grimm: Snow White” e está prevista para ser lançada em março. A quase desconhecida Lily Collins será a heroína, enquanto Julia Roberts encarna a Rainha Má. Aqui, a história traz um novo olhar sobre a fábula, com Branca e os Sete Anões querendo se vingar da madrasta após ela matar o pai da mocinha.


da Universal, batizada de “Snow White and the Hutsman”, prevista para junho, é ainda mais ousada, e diz ter influências de “O senhor dos anéis” – as fotos de divulgação trazem os personagens com espadas e armaduras, para se ter uma ideia.
 
O enredo aqui é mais apegado ao clássico, com a Rainha Má (Charlize) decidindo matar a enteada (Kristen) por ela ser a mais bonita do reino. O matador de aluguel é o Caçador, interpretado por Chris Hemsworth ("Thor") e que no final das contas irá ficar ao lado Branca, ser o seu mentor e ajudá-la no plano de acabar com o reinado da madrasta. De olho no potencial do filme, o produtor Joe Roth já afirmou em entrevistas que a história deve render uma trilogia.

Branca de Neve kung-fu?
 
Difícil prever quem irá ganhar o duelo. “Snow White and the Hutsman” mostrou seu poder de fogo na Comic-Con deste ano em um disputado painel. O que se observou é uma Universal esperta em relação ao fenômeno “Crepúsculo” e de olho no público que Kristen leva por onde passa. Já “The Brothers Grimm: Snow White” nem deu as caras no evento de cultura pop mais importante do mundo.


É tanta Branca de Neve na mídia que pouca gente ali lembrou que a Disney também pretende criar um filme baseado no conto. O projeto existe há anos e é ainda mais curioso: o roteiro prevê uma Branca britânica, que vive na China e que acaba de perder o pai. Em vez de anões, ela terá sete lutadores de kung-fu que a ajudarão a se vingar da madrasta.

Natalie Portman é o sonho de consumo da Disney para o papel principal e, segundo fontes ligadas ao estúdio, o projeto será inspirado em “Piratas do Caribe”, misturando cenas de ação com momentos de humor.

Pelo visto, de “Branca de Neve” os três filmes não terão (quase) nada.

O que acharam? Comentem!

XOXO,

Cami

O que estou lendo: 'Jogos Vorazes'

Tá... Dífícil (pra não dizer outra coisa) para criar posts pro JAF. Mas não se preocupem, logo eu vou voltar a postar como antes. Antes que eu me esqueça: a 'Coluna da Ana' vai passar por um hiatus no momento por causa da falta de tempo e tudo o mais.


Série: Jogos Vorazes (The Hunger Games #1)
Livro: Jogos Vorazes (The Hunger Games)
Quem escreveu: Suzanne Collins
Editora: Rocco
N° de páginas: 397
Onde comprar: Submarino (aproveita a promoção e leva os dois primeiros volumes!)

Matar ou morrer. Não há escolha. Na arena. O mais capaz vence. Que os Jogos Vorazes comecem!

Katniss escuta os tiros de canhão enquanto raspa o sangue do garoto do Distrito 9. 

Na abertura dos Jogos Vorazes, a organização não recolhe os corpos dos combatentes caídos e dá tiros de canhão até o final. Cada tiro um morto. Onze tiros no primeiro dia. Treze jovens restaram, entre eles, Katniss. Para quem os tiros de canhão serão no dia seguinte?...
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panen surge. Formada por doze detritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstra seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte!
Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido Distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais que habilidade. Até onde Katniss, estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

Capa: a capa é linda. As pessoas podem achar simples mas eu realmente fiquei encantada com aquela capa preta com um pássaro dourado e os escritos em branco. Acho que o material da capa é ótimo, já que não fica com muitas marcas de dedo (pelo menos o meu não tem nenhuma até agora). Preciso dizer que adorei o relevo do desenho e do título? Sério, eu adoro quando eles fazem esses relevos nas capas! Eu fico toda hora passando a mão no pássaro (tordo) já que as penas foram todas desenhadas com o relevo. É uma das minhas capas favoritas de livros (juntamente com a capa de Percy Jackson, Harry Potter e Instrumentos Mortais). Tenho que elogiara Editora Rocco pelo ótimo trabalho.

Páginas: páginas amarelas! Não iria dizer mas acho legal ressaltar: AMO essas páginas amarelas! Prometo não dizer mais isso. Ou não. É melhor não prometer algo que eu tenho quase certeza que não vou cumprir. As páginas contém numeração em todas as páginas (isso me deixa muito feliz) e os capítulos são apenas numerados (não tem nome, sabe? Fiquei um pouco triste com isso, já que amo títulos de capítulos e são mais fáceis de ser lembrados. Mas tudo bem).

Primeira impressão: comecei a ler Jogos Vorazes a 3 dias e desde então não consegui largar o livro. Estava LOUCA para começar a ler esse livro, pois pelo que vi na internet, as pessoas eram só elogios com a série. Não li muito sobre ele para não estragar a surpresa de descobrir sobre o que exatamente se tratava o livro mas, já tinha um pouco de ideia de como era. Quando comecei a ler, realmente me surpreendeu já que era muito mais que eu esperava e me deixou chocada com a riqueza de conteúdo no livro e me fez realmente pensar que um dia os Jogos Vorazes poderiam existir. 

Personagens: definitivamente, Katniss Everdeen é a personagem principal mais destemida e corajosa de todas e é por isso que ela é minha personagem principal favorita de todos os livros que eu já li. Eu gosto do temperamento dela (costumo ser meio parecida com ela... Só tirando os arcos ou facas e tal). Prim Everdeen é um doce! Fico imaginando ter uma irmãzinha igual a ela! Awwn. Mas ao mesmo tempo se mostrou corajosa como a irmã mais velha e fiquei encantada com ela. Gale, melhor amigo de Katniss, me pareceu bem interessante. Gostaria de terem mostrado mais sobre ele (quem sabe mais pra frente). E sim, eu fiquei interessada em Gale, é claro, porém... Existe Peeta Mellark. O filho do padeiro. Pois é, nunca pensei que filhos de padeiros fossem me atrair desse jeito (sem ofensas aos filhos de padeiro). Quero dizer, quem daria alguma coisa ao filho de um padeiro? E ai que Suzanne Collins aparece com Peeta Mellark. Eu culpo um pouco o personagem de Cassandra Clare (Jace Wayland) por eu ter me apaixonado pelo Peeta, já que ambos são loiros e eu não sou muito fã de loiros. Porém, Mellark me encantou de um jeito convencional e ele virou minha propriedade. Sim, eu não vou dividir ele como se ele fosse um pão (filho de padeiro... Pão... Ok, ignorem minha piada sem graça e maldosa). Acho que já falei demais de Peeta... Bem, vamos falar de outro cara que me conquistou de jeito: Cinna. É, quando eu li esse nome eu pensei que era uma mulher mas, deixa pra lá. Eu tenho uma queda por moda então o fato de ele ser estilista já me deixou bem interessada nele. Mas no decorrer da história, eu fui conhecendo e vi que ele era muito mais que um estilista: era uma boa ótima pessoa. Rue é um amor! Fiquei encantada como alguém tão doce pode ser tão esperta! Cato me dá nos nervos mas até que no final eu fiquei com um pouco de pena dele (só um pouquinho...). Poxa, falei muito dos personagens! Nem deu pra falar de todo mundo mas acho que já dá pra ter uma idéia de quantos personagens fantásticos temos em Jogos Vorazes.

Quote:
"-Senhoras e senhores, está aberta a septuagésima quarta edição dos Jogos Vorazes!" - cap. 10, pág. 162
Eu não marquei as quotes de Jogos Vorazes e estou morrendo de preguiça de ficar procurando mas, acho essa quote uma das mais marcantes de JV.

Eu acho que... vou morrer se não ler logo 'Em Chamas' (segundo volume da série). Jogos Vorazes é hoje uma das minhas séries favoritas (fica entre Percy Jackson, Harry Potter e Instrumentos Mortais!) e não vejo a hora de ler os outros 2 livros (para minha infelicidade, é uma trilogia). Suzanne fez um ótimo trabalho com Jogos Vorazes e espero poder ver mais obras incríveis como essa.Ela escreve de uma maneira que você não consegue largar o livro enquanto não terminar e quando acaba você fica louca para o próximo!

Sobre a autora:
Suzanne Collins nasceu nos Estados Unidos. Ela começou sua carreira escrevendo para programas infantis no canal Nickelondeon. Seus livros repetiram o sucesso dos roteiros. Ela vive com a família em Connecticut.

Book trailer
 


(eu vou dividir o post por causa do poster que tem som pra não atrapalhar as pessoas que estão lendo outro post)

Speak Now: 'Fim das férias + volta a rotina + falta de tempo'

Cara, eu estou congelando! Nunca vi Ribeirão Preto tão congelante como esse ano! Mas pelo menos estou conseguindo digitar... Isso é um ótimo sinal, porque hoje mais cedo estava impossível digitar.

Então, a minha amada e tediosa férias chegou ao fim e essa semana foi... Difícil.

Fora o fato de estar frio, voltar as aulas sempre foi meio complicado para mim e dessa vez não foi diferente. Tipo, eu até que estou feliz com a volta das aulas (é sério) mas a primeira semana é horrível. Por que? Primeiro: mudança nos horários de almoço e janta. Isso é terrível pra mim, porque eu acostumo em um horário e quando volto pra casa tem que mudar de novo... Segundo: matéria. Cara, eu fiquei um pouco perdida em algumas matérias por não lembrar do assunto! Isso é terrível mas já dei uma revisada e tá ok, agora. E terceiro e pior de todos: falta de tempo.

O que eu mais sinto falta é do meu tempo livre. Eu acordo de manhã e vejo algumas noticias na internet, escuto uma musica, vejo um vídeo e quando eu vejo, já tá na hora de ir pra escola! Quero dizer, nem dá pra mim ver direito minhas coisas e o pior de tudo isso: não dá tempo de ler.

Acho que o fato de eu não ter conseguido ler pelo menos um livro essa semana foi o que eu mais fiquei frustrada. Eu li mas muito pouco! Eu falei para mim mesma ontem: ´Hoje eu vou ler pelo menos até a metade desse livro!', quem disse que deu tempo pra ler?

Pois é, nas férias eu tinha tempo de sobra de fazer isso. Bem que o dia podia ser maior... Pelo menos algumas horas já estava de bom tamanho!

Mas como não dá para o dia ter mais de 24 horas, eu tenho que me acostumar a esse novo horário. E vou pensar melhor antes de despediçar meu tempo olhando pro teto, nas próximas férias eu vou ler igual uma louca e aproveitar o máximo que eu puder. Eu sei que não vou lembrar disso e vou ficar fazendo fotossintese de novo nas próximas férias mas... O que vale é a intenção.

E ai? Você também está na mesma situação que eu? Comentem!

XOXO,

Cami, que está a procura de uma maneira para aumentar o dia